Marvila Run 2016

Como foi participar na Marvila Run? Começou mais ou menos assim:

– Mas olha que aquilo é só subidas.

– Nada disso, João, que no site diz que aquilo é acessível.

Podia ser um diálogo imaginado entre mim e o Nuno Pinela mas, não é. Foi assim mesmo a conversa quando ele me desafiou a meio da semana para participar nesta prova de estrada de 10 quilómetros “à porta de casa”. Confesso que já a tinha visto no calendário, várias vezes mas, entre a recuperação dos 100km corridos a Nestum e um dia de agenda a abarrotar, encaixar uma corrida pelo meio (foi às 18 horas) era complicado mas, lá foi, e lá corri, corremos.

Eu e o Nuno fizémos os 10 quilómetros a ritmo de gazela coxa, ficámos ligeiramente abaixo dos 50 minutos, tendo pouco tempo para falar, excepção feita ao que cada um almoçou, porque duas gazelas coxas, em cinquenta minutos a correr não conseguem falar assim tanto.

As Ronhonhós, a Vanessa e o Santiago foram à caminhada de 4 quilómetros e ainda nos cruzámos duas vezes por elas (confesso que à primeira só me apetecia ficar ali ao pé delas mas, fui a correr até ao fim).

Foi um bom dia para estrear o equipamento técnico do atleta de sofá e para dar uma segunda volta nos Skechers GOrun Ride 5.

@atletadesofa ready for #marvila #run

A photo posted by Joao Campos (@professorpixel) on

No final, fotografia de grupo com o Campeão Nacional de Corta-mato Nelson Cruz e cerimónia de entrega de prémios vista até meio. O dia já ia longo, o frio começava a apertar e fomos embora, porque a vida não é só corrida ;)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *