20160305_javali_cover

Trilhos do Javali – Noturno, 2016

A convite do aminhacorrida.com fui visitar o Reino dos Javalis na Arrábida, numa prova-festa na noite de sábado.

Para lá, de boleia com a Emília e a Marina. Chegados ao Viso, o ambiente era de festa. Estes Trilhos do Javali (na sua segunda edição desta vez, noturna), são uma prova-festa, co-organizada pela Associação de Moradores do Casal das Figueiras (AMCF) e pela Associação de Atletismo Lebres do Sado e como tal a quantidade de caras de atletas da Grande Lisboa (e não só) presentes, era mais do que muita.

A sede da Associação de Moradores foi o sítio ideal. Levantamento dos kits de participante muito rápido e eficiente, diferenciando-se os mesmos pela oferta de uma toalha turca com o símbolo da prova (que brilha no escuro) bordado.

Para a prova, eram previstos 15 quilómetros,feitos a meias com a Marina. Dado o arranque às 20 horas, partimos ligeiros, frontais ligados e pernas focadas no sobe e desce das encostas da zona do Forte de São Felipe. Perto de nós, o Luís e o Rui (que a dois terços do percurso ficou para trás). Fomos fortes, geralmente com o Luís na frente, a Marina no meio e eu no fundo. Paragem relâmpago no abastecimento a meio da prova, muitos “olás” aos voluntários vestidos de verde ao longo do percurso, presentes nas zonas mais críticas e a dar apoio aos atletas.

Corremos a subir (só não corremos na parede), corremos a direito e corremos a descer, fomos sempre a correr e, quando chegámos ao final com 2h06 de tempo de prova, chegámos contentes. Mais contentes ficámos ainda quando nos apercebemos que a Marina ficou em primeiro lugar no seu escalão (com oito participantes) “dando” perto cinco minutos de avanço à segunda classificada do escalão.

Na festa final, durante a entrega de troféus, imperiais e sumos, sopas e sandes de choco frito. Sem dúvida que a prova merece a visita, embora sendo curta, é suficiente para ter um gostinho da Arrábida e nota-se claramente que é uma prova feita por atletas, para atletas e essas, são as melhores provas em que se pode participar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *