20141109_Casainhos_cover

EmpatasCrew nos Trilhos de Casaínhos

Esta viagem, como todas as viagens, começou antes da chegada ao destino. Quis o destino que eu não participasse na prova que tinha planeado participar nesse dia (Corre Jamor), para participar na sexta edição dos Trilhos de Casaínhos. Quis o destino que não escrevesse de novo sobre aquela que foi a minha primeira prova fora do alcatrão (o Corre Jamor de 2012) e que me veja a escrever agora, sobre esta, de todo-o-terreno em Casaínhos.

Seriamos cinco, os Empatas, nos Trilhos de Casaínhos. Quis o destino que fôssemos três, uma altura houve em que fomos quatro, outra altura em que fomos dois e, de certeza que dentro da nossa cabeça uma altura houve em que fomos zero mas, os factos é que contam e todas as decisões que tomamos hoje, têm repercussões no amanhã, todas, a não ser que o Mundo acabe é claro, não foi o caso.

A partida

Quis então o destino que às 10h45, hora da partida da prova, alinhássemos três Empatas debaixo de chuva torrencial mas, estou a adiantar-me. A chegada à zona da prova, com a Elsa Alcobia, a chegada das amigas e amigos dos vários grupos presentes, Correr na Cidade (que tiveram grande influência em que eu optasse por ir aqui, em vez de ao Corre Jamor), Tartarugas Solidárias, Falcões Selvagens, SSCGD e muitos mais. Muitas caras conhecidas numa manhã que adivinhava chuva, e lama, Serra fora. Na partida então, a chuva, torrencial mas que infelizmente, parou logo a seguir. O pelotão arrancou, compacto, enquanto dávamos a volta a Casaínhos para entrar finalmente nos trilhos da zona.

Os Empatas Crew presentes, como previsto, mantiveram-se unidos do princípio ao fim do percurso. A Empata mais baixinha, estava a estrear-se nas provas de todo-o-terreno e, sem calçado adequado, para ela aquilo estava perigoso, a nível de escorregadelas e patinanços. A Empata mais alta, estava fortíssima, e foi praticamente sempre na frente da trindade Empata, a marcar o ritmo do grupo. Eu, o Empata mais amarelado, fui tranquilamente cobrindo a retaguarda, aproveitando as subidas mais íngremes para acelerar, esperando lá em cima pelas companheiras Empatas da jornada enquanto contemplava a natureza que nos rodeava. Dos três, devo ter sido o único que teve tempo de “ver as vistas” pois as outras duas companheiras Empatas, foram sempre a “dar o litro”. Pelo meio, alguns caçadores no horizonte, uns tiros a ecoar nos vales, o nascimento de uma cabra ali, em tempo real e ainda consegui ir durante algum tempo à frente do Paulo Pires, tendo inclusivé aberto os braços na descida em que ele me ia ultrapassar a ver se o impedia. Infelizmente, não consegui empatá-lo mais…

A chegada

Na chegada ao ponto mais alto do Concelho, uma fotografia, que ilustra este texto, e continuação do percurso, sobe e desce suave, entre lama e um ou outro riacho, um ou outro estradão, dando para correr a maior parte do tempo. Os abastecimentos, os mínimos indespensáveis, água, só. Num deles haviam cascas de laranja mas, como não estavam cristalizadas, optámos por não as comer. De resto, no geral, tudo correspondeu às expectativas, pese embora que as fitas podiam ser um bocado maiores, e serem colocadas de outra forma nos cruzamentos, ponto a ter em atenção em edições futuras, devido ao acréscimo de participantes na modalidade e que, no dorsal, um número de contacto em caso de emergência teria sido bastante bem vindo.

No final do percurso, na chegada à meta, em sprint final estávamos como partimos, juntos e animados. Tomámos banho à gato no parque de estacionamento em parte por causa do surto de legionella, e fomos para o almoço da prova (desta vez almocei), optando pela mesa onde estava a Crew do Correr na Cidade e amigos. Comemos canja, pão, azeitonas, feijoada e arroz doce. A nível de bebidas, variado, sumos, águas, vinho e cerveja, tudo à descrição (sem abusos no entanto).

No final, já almoçados, arranque para casa com a minha boleia inicial, porque o dia ainda ia a meio, e porque a vida não é só corrida ;)

One comment

  1. E esta foi a minha primeira prova de trilhos, claro que adorei!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *