20151108_arrabida_cover

Se queres comer vais ter de correr

O desafio partiu do Bearded Runner Português Eduardo Pinto: “Olha lá, já que não vamos ao Porto, que tal irmos a Sintra” e retroqui eu “Então e se fôssemos à Arrábida e a família ia lá ter no final para almoçarmos todos?”

E assim foi, marcado o arranque para as 08h00 pontuais de domingo (começámos às 08h30 e as três pessoas atrasadas ficaram a dever 90 burpees ao grupo, um burpee por minuto de atraso vezes três pessoas no carro), o pequeno grupo de corredores-almoçadores estava prestes a partir. A nós, juntou-se um “Salamandreco” que estava a passar por ali perto, veja-se lá.

O percurso era o do Dutrail de 2015, com a ligeira variação de subirmos à Vigia. Fomos percorrendo os trilhos, devagar. Parámos para fotografias, a minha câmara avariou na “Estrada das Bruxas” e fomos apreciando estas Serras onde vamos tão poucas vezes (exceptuando o Sérgio). O dia estava ameno e solarento, mangas curtas e mangas à cava dominavam o grupo, alternando com alguma lama e poças em zonas mais sombrias.

Na parte da decisão da subida à Vigia ou não, optámos por não o fazer. As famílias iriam ter ao Parque Albarquel dentro de pouco tempo, e teriamos de lá estar às 13h00, pois tinhamos almoço marcado para as 13h30. Voltámos então a descer para Setúbal, simplicando o caminho, já que o atraso inicial e o ritmo pouco dinâmico comprometeram essa parte do percurso, tendo ficado prometido um regresso em breve, nem que seja só para subir e descer a vigia três vezes.

Chegados ao Parque e reunidos com as famílias, alguns foram banhar-se no Sado para refrescar e tirar a poeira, outros (como eu) optaram por não o fazer. Apresentámo-nos no restaurante à hora marcada e, desta vez finalmente, comemos choco frito.

20151108_arrabida_familias

A seguir ao almoço, alguns ficaram por Setúbal para um jogo de snooker, ou golfe, ou baseball, ou bowling, ou que raio era aquilo, enquanto outros rumaram à margem Norte do Tejo para outros afazeres. Após toda a gente se vir embora, já o Sol posto, eu e as Ronhonhós passámos como habitualmente pelo quartel dos Bombeiros Voluntários de Setúbal à procura do Nuno, ainda não foi desta.

Passámos um Domingo diferente, numa zona diferente, fazendo um percurso pedestre de cerca de 25 quilómetros nas Serras da Arrábida e São Luís, com final alimentar para participantes e família, porque a vida não é só corrida ;)

Fica aqui um vídeo do Bruno Matias, dos Só + 1 km que mostra, em parte, por onde andámos nessa manhã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *